Um espaço para se divertir e refletir!!
Sábado, 14 de Junho de 2008
Simplemente Bethânia...

No dia 18 de Junho de 1946, numa terça-feira, às 16:40 horas, na Rua Conselheiro Saraiva, número 39, antiga Rua Direita, em Santo Amaro da Purificação – Bahia, nascia mais um filho de Dona Claudionor Vianna Telles Velloso (Dona Canô) e Senhor José Telles Velloso (Sr. Zezinho ou Zeca), desta vez uma menina, cujo nome foi escolhido pelo irmão Caetano Veloso, que nesta época tinha quatro anos de idade. O nome não poderia ser ao mesmo tempo tão sonoro, belo e forte quanto é: Maria Bethânia. Essa Estrela-Guia, Deus nos presenteou para dar alegria, felicidade e amor, para em qualquer momento que a ouçamos cantar ou falar nos transportemos para um mundo de paz, esperança e onde saibamos acima de tudo respeitar o próximo e amá-lo em plenitude, enfim, um mundo mágico onde só é possível chegar através do amor sublime.

 

O nome foi escolhido pelo irmão Caetano Veloso, por inspiração de uma canção famosa da época, a Valsa Maria Betânia, um sucesso da época na voz de Nelson Gonçalves; a música é de autoria do compositor Capiba.

 

Maria Bethânia foi batizada na Igreja Nossa Senhora da Penha, em Salvador, pela irmã Clara e por Eduardo Mamede, hoje falecido.

 

Maria Bethânia desde criança dizia a Dona Canô: Eu vou ser artista minha mãe. Tinha como sonho subir no palco como atriz. Não estava nos seus planos fazer do canto a sua profissão. Em casa, porém, o irmão Caetano já brincava de fazer música.

 Dona Canô conta que naquela época, Bethânia sentava na janela e começava a cantar.

 

Pela primeira vez em 1963 Bethânia subiu no palco para cantar em público.

Neste mesmo ano, em 63, Bethânia e Caetano conheceram Gilberto Gil, Gal Costa, Tom Zé, Djalma Corrêa, Pitti, Alcivando Luz, Fernando Lona e passaram a cantar e a trabalhar juntos, já  com João Gilberto e a bossa nova interferindo e modificando as suas vidas.

Sua força no palco marcaria as sucessivas apresentações de Maria Bethânia em boates e teatros do Rio e São Paulo até 1970

 

Em 1971, dois acontecimentos marcaram o início de uma nova fase na carreira de Maria Bethânia. Em Janeiro ela gravou em estúdio, o LP A Tua Presença, seu primeiro disco lançado pelo selo Philips e também o primeiro a receber generosos e unânimes elogios da crítica por sua qualidade técnica e artística. Em Julho, dirigida por Fauzi Arap, acompanhada pelo Terra Trio, Bethânia estreava, no Teatro da Praia (Rio de Janeiro), o show Rosa-dos-ventos. Um espectáculo diferente que dava a Bethânia a possibilidade de mostrar sua versatilidade no palco, actuando com actriz e intérprete dos mais variados géneros de música popular, de bolero ao baião, passando pelo frevo, tango, samba, música jovem ou inspirada nos temas de candomblé.

 

No ano seguinte, ao lado de Chico Buarque e Nara Leão, Maria Bethânia participou do filme Quando O Carnaval Chegar, dirigido por Cacá Diegues. A trilha sonora do filme foi lançada em Agosto de 1972 pela Philips.

 

No início de 1976, Bethânia entrou mais uma vez em estúdio. Dessa vez para gravar o LP Pássaro Proibido, marco de sua carreira. Além do primeiro disco de ouro recebido pela vendagem deste LP, Maria Bethânia, através da música Olhos Nos Olhos de Chico Buarque, deixou de ser uma cantora executada somente nas rádios FM para ocupar os primeiros lugares das emissoras AM e ser definitivamente consagrada como uma cantora popular.

É a cantora com maior quantidade de discos vendidos na história da MPB - mais de vinte e seis milhões de cópias sendo a segunda mulher com mais discos vendidos no Brasil perdendo somente para a apresentadora Xuxa, que tem os discos mais voltados ao público infanto-juvenil.

Maria Bethânia revolucionou a forma de se fazer espectáculos no Brasil, intercalando músicas com poemas – Fernando Pessoa, poeta português, Vinícius de Moraes, Clarice Lispector - criando um estilo próprio e que muito lembra peças teatrais.



mysky às 00:51
| comentar | ver comentários (1) | favorito
|

contador de visitas
Free Web Counter
Free Counter
posts recentes

O barco vai de Saida - Fa...

Rui Veloso - Primeiro Bei...

Amália Hoje - A Gaivota

Mariza - Rosa Branca

Trovante - Perdidamente

Julio Iglesias - Baila Mo...

Lenita Gentil - A cançone...

Roberto Carlos - 50 anos ...

Bubbles...

The Carpenters - Os mano...

Amália Rodrigues - Com qu...

Gal Costa - Trem das onze

Maria betânia - Cântico N...

Pedra Filosofal - Antonio...

Demis Roussos - good bye ...

Nina Simone - Ain't Got N...

Elvis Presley - Always On...

F.R. david - PICK UP THE...

Desireless - Voyage voyag...

Os hinos da Revolução dos...

Simone - -Para não dizer ...

Mocedades - Tomame o deja...

Cesária Évora - Sodade

F.R. DAVID - Words Don't ...

Camilo Cesto - Quieres Se...

Abba - Dancing queen 1978

Rocio Jurado e Raphael - ...

Joe Dassin - Et si tu n'e...

Amália Rodrigues - Estran...

Roberto Carlos - Amigo

Srª D. Simone de Oliveira...

Julio Iglesias - El Amor

Carlos do carmo - Estrela...

A toi - joe dassin

Gal Costa - India... vale...

Alain Barriere - Ma Vie

Simplemente Bethânia...

Bruno & Marrone a dupla d...

Elba Ramalho: A Cantora d...

Simone em detalhes

Alcione Marron

Elis Regina - Pimentinha

...

arquivos

Abril 2013

Julho 2010

Maio 2009

Abril 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

mais sobre mim
subscrever feeds
links